Seguidores

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Setembro está aí...

 
Setembro chegando... e com ele as flores, as muitas flores, os beija-flores na janela da minha sala, os muitos biquinhos (aqueles passarinhos pequeninos de bico vermelho, chegam em bandos) no quintal...
Indescritível, só vendo mesmo!
Setembro chegou....
E com ele a contagem de mais um ano de expectativas, de amor... de luta, de busca, de sonhos, de planos...
Sei lá!
Planos bons! de paz, de harmonia, de entendimento...
Setembro... como gosto desse mês!!!...
Sempre gostei, desde criança, quando via o capim florescer, montar a casinha perto dos bichos que meus tios criavam... os coelhos, as galinhas, a engorda do porco do Natal... tudo começava nesse mês... as melhores orquídeas, as minhas margaridas... uma história escrita no tempo, no meu tempo!

Minhas flores favoritas, que no meu aniversário há uns três anos, ganhei do Grandão e que todos os anos florescem no quintal.. algo que vale a pena recordar sempre... manter viva a chama da alegria, da nossa cumplicidade, do respeito que temos um com o outro...
E em Setembro, na entrada da Primavera, reencontrei o Grandão, um reencontro marcado por tantas histórias, tantas dificuldades, tantos medos...
Afinal, eu sou uma pessoa livre, busquei meu lugar ao sol, tenho uma vida intensa.
Fui avó muito cedo, curto, ajudo, apoio...
E quem nunca errou, que atire a primeira pedra... principalmente se tem filhos...
E ele?
Poxa! ele tem a própria vida.
Respeita as pessoas que deve respeitar, segue em frente, luta como pode, vive como consegue. Eu admiro a força, a determinação de alguém como ele....
Eu sempre que posso, ligo e digo: "Só liguei para ouvir a sua voz, afinal você é meu combustível"...e ele ri...
Mas, nós dois temos alguns código que só nós mesmos para decifrar... tipo..."seu besta!"... e caimos na gargalhada...
Somos cumplices de um amor, não fomos atrás, não procuramos, ele nos cercou...
Cada um na sua carência e estamos juntos nesse barco até hoje...
E é um amor verdadeiro e divertido!
Essa é a melhor parte!
Até nas recordaçoes de infância somos bons e rimos demais!!!!
O Grandão é uma de minhas maiores alegrias...



quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Amar, mais e mais...


Acho melhor deixarmos uma coisa bem clara, deste momento em diante, desde sempre e desejo que seja pra toda nossas vidas... 
Agora é hora de amarmos mais e mais, vamos esquecer o que passou, está no passado ou o que nos fizeram sentir, deixar tudo para trás...
Precisamos ter algo em mente, se queremos que isso dê certo, temos que fazer acontecer.
Então, vamos, sem medos, sem insegurança, vamos simplesmente nos amar cada vez mais, sem nos importar tanto com o amanhã, não é mesmo?
Afinal de contas, quem poderá nos dizer o que acontecerá amanhã?
Alias, o amanhã nada mais é que uma projeção do nosso hoje, baseado em algumas coisas que passamos, ou seja, ele depende de "nosso hoje"...
Então, o que vamos fazer agora? Tudo ou nada?
O que queremos para nós?
Tudo! Quero um tudo nosso!

Já parou para pensar nessas coisas?
Eu sempre penso e não quero fazer planos, mas faço.
Não criar expectativas demais, mas crio.
As vezes quero apenas viver um dia após o outro e, seguirmos, sempre em frente, é o que verdadeiramente importa... Mas quero mais.
Não quero me preocupar se estará por perto ou não, quero apenas viver o que precisamos viver e, nos amar... Mas, me preocupo.
Penso que devemos amar cada vez mais e de uma forma sincera, pois hoje em dia, esse mundo precisa um pouco mais de fatos reais, assim como nosso amor.
 


Por isso, vou tentar fazer tudo de uma maneira diferente e, gostaria sinceramente que aderisse ao pensamento, claro, se concordar...
O amor é algo muito dificil e bom, cheio de curvas e armadilhas, sim, é preciso observar as minas que colocam pelo caminho, e precisamos nos manter firmes e seguimos adiante, portanto, não espere de mim o que não posso dar, saiba perceber que, como você, também sou limitada e, como você, também preciso aprender e, não sou perfeita... e nem você, isso é fato!
Então, vamos virar essa página e vamos seguir com nossa felicidade.
Está tudo tão bom, tão deliciosamente bom...
Como é gostoso amar...

 

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Paciência


Acho que uma luz divina me encontrou...
Em meio a tanta leitura que faço, em meio a busca de textos que cheguem a traduzir o meu amor pelo Grandão, pelas coisas que gostamos, pelas deliciosas risadas que damos, pelas muitas alegrias que dividimos, pelas tristezas que dividimos também, afinal não estamos totalmente livres nessa história toda...
Temos que fazer as coisas não serem tão dramáticas como supostamente parece ser... Foi, e é o que digo sempre, "Não procuramos", o amor veio da forma mais simples, num simples olhar, numa noite de primavera... e dura, intensifica, machuca, constrói, amadurece, emudece muitas vezes diante da dura realidade...
E recebi hoje muitas mensagens, mas muitas mesmo... e aos poucos quero compartilhar, não posso simplesmente curtir palavras tão intensas e tão boas só pra mim.
E no meu relacionamento com o Grandão, o que impera sempre é a paciência, e essa nos conduz sempre pra frente, na esperança de dias bem melhores.


VIVER COM PACIÊNCIA

A paciência é uma conquista do Espírito.
A princípio, expressa-se como resignação diante das ocorrências menos felizes e sabe esperar, firmada na irrestrita confiança em Deus.
Possui caráter dinâmico, sempre estimulador, não abrindo espaço para a instalação do desespero ou do desânimo enfermiço.
Harmoniza, faculta inspiração para a atitude correta ante os desafios e fortalece o ser em relação aos resultados de qualquer enfrentamento.
Paciente é quem possui valor moral e aplica-se na conquista das metas nobres, mesmo que pareçam distantes ou inalcançáveis.
A paciência aguarda, não reclama, é gentil, enriquece e mantém-se sóbria discretamente.
A paciência não censura nem injuria, não revida mal por mal, nem se ensoberbece, porque inspira humildade ante a grandeza da vida.
A paciência é forma de caridade e, na sua fragilidade, é força que restaura e desenvolve a vida.
A paciência de Deus a tudo comanda perpetuando a Sua criação.
A paciência é vida em desdobramento.
(Joanna de Ângelis / Médium Divaldo Franco)

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Lugares proibidos (pra relembrar)...

Lugares proibidos
(Adriana Calcanhoto)...
 
Em pensar que o Grandão cantou essa música pra mim um dia... 
Eu a ouvi hoje e lembrei..
Emocionante demais!!!!
E como tudo de melhor em nossas vidas eu marco na nossa história de amor, não poderia esquecer de deixar aqui....
Afinal nosso caminhar está sendo intenso e a música sempre presente em tudo.
Bom demais!


Eu gosto do claro quando é claro que você me ama
Eu gosto do escuro no escuro com você na cama
Eu gosto do não se você diz não viver sem mim
Eu gosto de tudo, tudo o que traz você aqui
Eu gosto do nada, nada que te leve para longe
Eu amo a demora sempre que o nosso beijo é longo
Adoro a pressa quando sinto
Sua pressa em vir me amar
Venero a saudade quando ela está pra terminar
Baby, com você já, já...

Mande um buquê de rosas, rosa ou salmão
Versos e beijos e o seu nome no cartão
Me leve café na cama amanhã
Eu finjo que eu não esperava
Gosto de fazer amor fora de hora
Lugares proibidos com você na estrada
Adoro surpresas sem datas
Chega mais cedo amor
Eu finjo que eu não esperava


Eu gosto da falta quando falta mais juízo em nós
E de telefone, se do outro lado é a sua voz
Adoro a pressa quando sinto
Sua pressa em vir me amar
Venero a saudade quando ela está pra terminar
Baby com você chegando já...
Gosto de fazer amor fora de hora
Lugares proibidos com você na estrada
Adoro surpresas sem datas
Chega mais cedo amor
Eu finjo que eu não esperava...

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Que dia...

“É preciso ser forte para ser humilde.
Abençoar quando a raiva ameaça nos dominar.
Esfriar a cabeça quando o sangue esquenta.
Ter clareza de pensamentos quando perdemos o controle da mente.
Oferecer o positivo quando queremos destruir.
É necessário ser forte.
Quem se fortalece, enfrenta e vence os desafios.
Sem destruir, sem negativizar, sem aumentar os problemas ou se arrepender por decisões tomadas no impulso.
O prêmio é a paz e a satisfação.
Mas, antes tem que dominar a própria mente e direcioná-la para o que é nobre”.
(Regis Mesquita)


Sabe aquele medo horrível que você tem de sofrer?
De perder algo que ama muito?
Aquele medo de vomitar?
De que tudo saia do seu controle?
Eu torço pra que isso nunca aconteça com ninguém que amo, acredite, é horrível!.
A vida é muito maior do que a gente pensa, por isso eu quero acreditar nela, quero deixar a onda da dor passar, ela pode até me derrubar, me afogar um pouco, me chicotear com o salgado da água, me assustar com tanta grandeza, mistério, profundidade e experiência, mas acreditarei em mim, eu não vou morrer afogada, não vou!
Vou me levantar, ainda que muita gente ria de mim, ainda que me sinta sem rumo ou sem direção, ainda que a força dessa uma imensa onda tenha levado minhas roupas e eu esteja completamente desprotegida para a vida, entregue, sem dignidade, não vou cair. 
Ainda assim vou me levantar e seguir em frente, pq não vou deixar que um erro meu me derrube, não posso, não quero, não vou!
Preciso deixar essa onda passar, esse tsunami absurdo de mim mesma!
Tenho dentro de mim um amor imenso e quero viver muito tempo para sentir esse sentimento.

domingo, 25 de agosto de 2013

O dia de hoje se foi, mais um..




Me inspirando em Lufague, que sempre escreve pensando nos sentimentos entre quatro paredes, me deparei deitada na cama, refletindo sobre os acontecimentos do dia, e os sentimentos que sempre estão dentro da alma da gente.
Sei que falei um montão de vezes com o Grandão por sms, mas sabendo que ele estava tão longe e tão perto e cheio de pequenos problemas, as palavras misturadas a poemas divagaram em meu ser, deixei o tempo passar, esse mesmo tempo que transforma feridas em meros arranhões...


Através da vidraça de minha janela, abre-se a vista de meu horizonte.
É meu canto de encanto, visto de meu recanto, neste domingo que se foi
Vejo as nuvens silenciosas que passam e nelas correm meus sentimentos.
Da janela vejo e sinto os primeiros raios de sol a me acariciar a tez na boa sensação.
Ouço o murmúrio do vento que sopra, vejo a jovem banda de passarinhos a passar, sinto à melodia e o perfume do ar.
Vejo a revoada alegre dos pombos a vaguear em voo simultâneo e festivo e que muitas vezes até me atormenta
No elevado de minha janela, vejo a copa das arvores em sua verde ramagem convexa, O vermelho inclinado dos telhados e o barulho urbano louco alucinado.
Na linha do horizonte, vejo o límpido formato azul das serras na proeminência dos montes. È lá que o sol no ocaso real se esconde.
Na obscuridade que chega à brisa um pouco mais fresca, sob a claridade dos iluminantes, crianças brincam no asfalto a ignorar o trânsito.
A cortar o silencio da noite, o rumorejo dos passantes, vozes de motores, gritos de buzinas, latidos dos cães, numa mistura de ruídos em pulsar de ressonância e sonoridade.
Do elevado de minha janela, sinto que tudo que nos cerca é o cotidiano da vida, ladeado nas casas e prédios de minha rua, em circulação urbana de diferentes sentimentos.
É a harmonia oscilante da dura realidade, ao doce da ilusão a movimentar aqui de meu lugar, a marcha de alguns destinos.

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Nós dois...

Ah! Grandão... Às vezes no silêncio de nós dois, quando ficamos só nos olhando, você estica os braços e me aconhega e daí tudo o que vem a seguir é delicioso, pois quando você me toca eu estremeço, quando você me beija você me enlouquece, quando me ama eu me transformo e quando percebo que não é sonho, tudo é real, a alegria invade todo meu ser e a vontade que sinto é a parar o tempo... Mas não podemos...
De olhos bem abertos vejo que você existe de verdade e não é fantasia da minha cabeça, eu sempre peço que me belisque, pois é tudo bom demais!
Você é a pessoa mais especial, “complicado e perfeitinho” (tal como a musica dos Raimundos) aquele detentor do segredo do cadeado que abre a porta do meu coração, que leva consigo a chave e me faz feliz sempre, todos os dias.
Hoje você é o amigo, o parceiro, o amante perfeito que me conquistou e que me fascina a cada dia mais e que me faz somente amar, amar e amar.
Você mostrou que é possível ser feliz e que sonhos podem se tornar a mais louca realidade. Adoro quando você diz: "Ama também!"
Você diz que sou seu anjo, mas você é o anjo que ilumina minha vida, o anjo que me guia, o anjo que me faz feliz, o anjo que me ampara, enfim o anjo que eu jamais quero perder, aquele que eu agradeço todas as noites por existir e que eu só sei amar e mais e mais.
 
Você sabe... Você até sente falta... Você sabe que eu te amo e que pra todo sempre te amarei, pois você é o encaixe perfeito do meu coração e o verdadeiro sentido da minha vida, pois um amor desses é intenso... E mesmo com o passar dos anos, ele fica cada vez melhor, aliás... "Muito melhor!"
E isso só nós podemos explicar... Aliás, a gente não precisa explicar nada.... Sentir já é o suficiente!!!

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Cuida bem de mim...

Emoção, emoção, emoção....
Assim comecei a parte da manhã do meu dia, "emocionada" com uma mensagem que recebi do Grandão...
Queria poder gritar, mas não podia, estava rodeada de pessoas, em pleno ambiente de trabalho, mas lágrimas de felicidade vieram no cantinho dos olhos...
Qual o motivo?
Ele me mandou mais uma música para nossa história de amor...
 
Eis a música...
 


 
Muito Estranho
(Cuida Bem de Mim)
Dalto
Hum!
Mas se um dia eu chegar
Muito estranho
Deixa essa água no corpo
Lembrar nosso banho...
Hum!
Mas se um dia eu chegar
Muito louco
Deixa essa noite saber
Que um dia foi pouco...
Cuida bem de mim
Então misture tudo
Dentro de nós
Porque ninguém vai dormir
Nosso sonho...
Hum!
Minha cara prá que
Tantos planos
Se quero te amar e te amar
E te amar muitos anos...
Hum!
Tantas vezes eu quis
Ficar solto
Como se fosse uma lua
A brincar no teu rosto
Cuida bem de mim
Então misture tudo
Dentro de nós
Porque ninguém vai dormir
Nosso sonho...


Dias melhores... pra sempre!

Ontem vendo o meu Grandão conversando, tentando me explicar sobre a sua vida pessoal, bebericando seu aperitivo favorito, olhando o jeitinho gostoso dele comer as coisinhas que deixo na mesa, de falar comigo, de rir de minhas besteiras, até quando ele sai para o quintal para fumar... Que sensação boa....
Tudo é gostoso demais!
Por dentro uma alegria imensa, de um desejo maravilhoso de dias melhores..
Somos mesmo "parceiros" e que a frase "Seja o que Deus quiser" se fortaleça em nossas vidas, nesse amor que não faz mal a ninguém, senão a nós mesmos!
Ah! Não faz mal não, faz um bem enormeeee!!!
 


“Seja o que Deus quiser.”

Quantas vezes usamos esta expressão para demonstrar nossa absoluta fé e confiança em Deus.
No entanto, é preciso reconhecer que, para muita gente, ela não passa de um hábito, pois é dita mecanicamente quando alguém se vê impossibilitado de mudar o rumo das coisas ao seu modo e gosto pessoal.

 
É bom que tenhamos consciência do peso desta expressão tão desgastada pelo mau uso e pelo abuso.
“Seja o que Deus quiser” deve representar um sentimento de entrega ao Criador e provedor de todas as coisas, porque reconhecemos nossas limitações e imperfeições, na certeza de que o Pai dará o melhor encaminhamento àquilo que não podemos executar a contento.

 
É sentimento de confiança consciente na divindade, e não uma espécie de senha ou expressão para encerramento de conversa.

(Conceitos para viver melhor — de Paulo R. Santos)

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Frisson

 
Noite de lua cheia, um jantar "queimado", pois eu estava mostrando fotos e me descuidei da comida, muita risada, boa conversa e nosso amor aumentando, nos dando a certeza de dias melhores, e que seja "pra sempre".
No nosso cantinho, na nossa busca de nós dois, encerramos a noite cantando um para o outro, pedacinhos das músicas de nossa história, das muitas que intitulamos "nossas"...
E ontem ganhei uma nova, que compartilho, pois o Grandão disse que sou um "anjo" em sua vida.
Eu a ouvia cantada pelo Roupa Nova, mas a música é de Tunai, se chama "Frisson"



Meu coração pulou
Você chegou, me deixou assim
Com os pés fora do chão
Pensei: Que bom!
Parece, enfim, acordei
Pra renovar meu ser
Faltava mesmo chegar você
Assim, sem me avisar
Pra acelerar
Um coração que já bate pouco
De tanto procurar por outro
Anda cansado
Mas quando você está do lado
Fica louco de satisfação
Solidão nunca mais
Você caiu do céu
Um anjo lindo que apareceu
Com olhos de cristal
Me enfeitiçou
Eu nunca vi nada igual
De repente
Você surgiu na minha frente
Luz cintilante
Estrela em forma de gente
Invasora do planeta amor
Você me conquistou
Me olha, me toca
Me faz sentir
Que é hora, agora
Da gente ir

terça-feira, 20 de agosto de 2013

A alma é inquieta


Grandão, ao ler este texto, lembrei de nossa amizade, nossa cumplicidade, nosso companheirismo... e principalmente do nosso amor... cada dia tão mais intenso, mais gostoso, mais tudo de bom... Ontem quando disse que me ama e que é muito bom estar comigo, fiquei hoje imaginando o quanto ainda temos de aproveitar... "andar de mãos dadas na beira da praia... por esse momento eu sempre esperei"


A alma é inquieta

Para uma vida plena e feliz, é preciso muito mais que dinheiro, mais do que cargos e posições sociais, conhecimento ou títulos.
Tudo isso é muito bom, mas não preenche a alma que é inquieta.
A alma anseia por amor, por amizade, por espiritualidade, ainda que dentro dos conceitos mais frios da materialidade.
A alma pulsa, tem vida, respira…


Para uma amizade que atravessa os tempos, é preciso muito mais que afinidades, é preciso um sentimento de familiaridade, que ultrapassa o amor de irmãos, supera a intimidade dos casais,
sem ser invasivo, sem ser intrometido.


Amizade eterna é coisa de “se contar nos dedos”, se revela com paciência, e mesmo na maior distância, permanece igual, como se fosse na infância.
Então, diante da eternidade que desejas, faça no amor, admirar e ser admirado, seja na amizade, cúmplice e cumplicidade, e pelos caminhos da vida, seja o mundo que você quer tanto ver.
Preencha a alma, como o melhor que há em você.

(Paulo R. Gaefke)

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Dias melhores... pra sempre!


O cenário de nossas vidas...


Vendo o decorrer da minha vida, vendo o hoje, o ontem, pensando no amanhã, vejo que sempre me projetei com ideais, com planos, projetos, idéias e o cenário do futuro que almejei ter e que acreditava ser difícil demais, concluo: "É dificil demais"!
Sinto aos poucos que se torna minha vida, a complicada história de vida.
Os dias passam, os meses, os anos vão com uma rapidez imensa e me pego frequentemente modificando esse cenário, influenciado pelas lições que aprendi e que ora aprendo dela, digo isso, pelas experiências que vivi e vou viver e principalmente pelas pessoas que conheci e sei que ainda vou conhecer.
E o que mais me fascina é que com o tempo tudo vai ficando cada vez mais forte e muitas vezes até simples demais, mas sem deixar de ser completa, sem deixar de refletir o que eu tenho como prioritário, sem deixar de ter um cenário real, vivido intensamente e revivido pelas palavras que escrevo, muitas delas misturadas a poetas famosos, escritores renomados e até os anônimos apaixonados.


Um dia (ontem) me perguntei o que realmente me atraía nesse cenário, afinal hoje faz parte do meu viver, me questionei o que realmente era e é importante, não encontrei a resposta pronta pra mim... acho que teno muito a vivenciar ainda.
Decidi então observar minha reação ao deparar com prováveis mudanças e como eu seria afetada por elas, pois hoje não estou mais sozinha nessa caminhada.  
Vi que Ignorei as regras, ignorei a sociedade, desativei alguns de meus sentidos e usei somente minha vontade e imaginação, pois através dela eu até consigo planejar a minha vida mais pra frente.
Troquei as montanhas pelo mar, inverti as estações, troquei as cores das flores, dos pássaros, das plantas, do céu e esperei, ora espero.



Percebo e sei que tudo pode mudar e até passar, desde que o primeiro plano fique sempre focado, inalterado, que é uma vida de paz e consciencia tranquila. Colocar a cabeça no travesseiro e dormir...
É isso que importa pra mim.
Esse é o cenário da minha vida.
Hoje tenho a certeza dos sentimentos que carrego por dentro.
Sei exatamente o que mais desejo.
Sei que é um desejo tão comum, mas que não depende tão somente de mim para tudo ser “um dia melhor”, ou seja, “dias melhores, pra sempre!”
Ah! Grandão!!!!!


sexta-feira, 16 de agosto de 2013

O tempo (para relembrar)....


O tempo
(por Mario Quintana)

A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são seis horas!
Quando de vê, já é sexta-feira!
Quando se vê, já é natal...
Quando se vê, já terminou o ano...
Quando se vê perdemos o amor da nossa vida.
Quando se vê passaram 50 anos!
Agora é tarde demais para ser reprovado...

Se me fosse dado um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas...
Seguraria o amor que está a minha frente e diria que eu o amo...


E tem mais:
Não deixe de fazer algo de que gosta devido à falta de tempo.
Não deixe de ter pessoas ao seu lado por puro medo de ser feliz.
A única falta que terá será a desse tempo que, infelizmente, nunca mais voltará.

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Ninguém jamais...

Estava fazendo uma busca, encontrei nossas mãos, a música que tocava na hora, se não me engano do Guilherme Arantes...
Ah! que delícia de dia...
Como é bom ter o que sempre de melhor recordar nessa nossa história de amor tão intensa e tão boa...
 
Hoje li num blog: reflexoesparatodos.blogspot.com.br uma frase que adorei:
 
"O amor só é lindo quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser"
 
 

Só você prá dar
A minha vida direção
O tom, a cor
Me fez voltar a ver a luz
Estrela no deserto a me guiar
Farol no mar, da incerteza...

Um dia um adeus
E eu indo embora
Quanta loucura
Por tão pouca aventura...

Agora entendo
Que andei perdido
O que é que eu faço
Prá você me perdoar...

Ah! que bom seria
Se eu pudesse te abraçar
Beijar, sentir
Como a primeira vez
Te dar o carinho
Que você merece ter
E eu sei te amar
Como ninguém mais...

Ninguém mais
Como ninguém
Jamais te amou
Ninguém jamais te amou
Te amou...

Ninguém mais
Como ninguém
Jamais te amou
Ninguém jamais te amou
Como eu, como eu...

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Ser sincero....


Ser sincero é...
Não apenas “falar” a verdade...
É “agir” com sinceridade...
Ser fiel é...
Não apenas “não trair” no campo físico...
É “ser fiel aos sentimentos que se sente”...
Amar é...
Não apenas “dizer eu te amo” e apreciar apenas as qualidades do companheiro...
É também “reclamar”, quando preciso for, para algo melhorar, e saber aceitar os defeitos do parceiro, pq, afinal, ninguém é perfeito...

Li esse texto na Net, adorei e resolvi compartilhar, não tinha autoria, se alguém souber, por gentilez me avisar

Então, uma grande amiga blogueira que me segue procurou na Net e disse que é de "Nilza Rodrigues", mas prefiro deixar o comentário do desconhecimento da autoria, pois vi esse post em vários lugares, e de repente não é, daí fica dificil explicar... Melhor assim!
 

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Relembrar...

Gosto de relembrar coisas boas que vivi, gosto de acreditar na força de sentimentos que suportam ao frio, calor, a distância, o medo e ao impossível! Gosto de saber que tenho a alma boa, a alma cheia de planos e sonhos. Gosto da realidade, da verdade que sempre aparece sem pudor, nua e crua. Gosto de sentir na pele o desejo, a fantasia, as carícias de mãos do meu Grandão pelo meu corpo. E nada como recordar... relembrar e saber que existiu e ninguém pode tirar isso de mim e nem de ninguém!


Tal qual relembrar o passado e ver que faz uma diferença enorme em nossas vidas, pois mudamos atitudes futuras, comportamentos, idéias e planos.
Vivo hoje um amor delicioso, porem tem coisas que ficaram lá atrás que adoro recordar. Se possível vivenciar tudo novamente numa oportunidade.
As vezes antes de dormir, fico encostada entre travesseiros lembrando tanta coisa boa que vivi ao lado do meu amor.
Há um desejo de querer fechar os olhos por mais alguns segundos, tentar sentir de novo na pele o que passou, mas são pensamentos e arrepios de desejo que afloram.
Em vários momentos penso em coisas que as vezes nem passava mais pela cabeça, até de coisas que ficaram lá atrás guardado com amor e carinho.
Daí a noite se vai... com sonhos ou pesadelos...


Mas tudo continua igual, eu aquela mesma pessoa, que tenta sempre ajudar as pessoas, por mais que muitas delas sejam ingratas.
Tento mudar, virar a página e até esquecer..
Tento mudar conforme com que é necessário para sobreviver.
Sei que sempre posso contar com muitas pessoas, até com meu amor, que acredito um dia chegaremos a viver juntos e viver o “eterno enquanto dure”.
Inevitável é relembrar, dormir e não sonhar, as vezes nem dormir direito, mas se até o mais aterrador e surreal dos pesadelos tem algo a ensinar, mas dos lúcidos sonhos guardei as mais perenes lições. A gente aprende com a vida e até com os sonhos...
 

Mas, vamos, vamos juntos... rindo, aplaudindo, vaiando os mais loucos sentimentos... relembrando o que nos faz bem...
E gosto de relembrar as coisas que me dão um sorriso no canto da boca...
Não, não existe nada melhor que o simples fato de rir, relembrar, gargalhar, falar bobeiras, discutir futilidades.
Estes momentos que lembram o quanto a vida é bela independente de quem somos, um sorriso verdadeiro é uma peça do infinito quebra-cabeça chamado felicidade.
Para mim hoje, os momentos mais felizes são os que posso estar com meu amor, minha família e meu mundo tão cheio de vida e cor.