Seguidores

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Vou deixar o vento me levar....

O que posso fazer?
Nada! Hoje vou deixar o tempo me levar...
O silêncio hoje é a razão da vez, é a solução da hora, a verdade do momento.
Sinto no pulsar das veias, nas batidas do coração, no brilho do olhar, no arrepio da pele, no vento que me toca, no cheiro que exala as rosas, na música que ouço, nos poemas que escrevo, que amo, amar a vida, adoro a alegria, gosto de ver pessoas rindo, vivendo, sonhando.
Amo essa procura de mim, a falta de você, a dor da saudade, a beleza do sorriso, a perfeição do sol, da lua, do mar.
Viver é isso: amar, sofrer, sentir.
Amo amar, amar, amar sem medida, sem medo, sem me importar com quem não conhece esse sentimento.
Sentimento que fere mais também acaricia, sentimento que machuca e perdoa, que nos mostra a beleza de sermos o que somos, sem se preocupar e sem dever nada a ninguém. Sentimento que amadurece, que se torna infantil, que envelhece, que nasce e morre a cada dia.
O amor não se compra, se conquista !
Amo amar, aos que não aprenderam, ainda há tempo.
Aos que não querem, sinto muito.
Não sabem o que estão perdendo, o que não estão vivendo.
Mais fazer o quê ?
Se nem todos sabem amar !

Um comentário:

  1. Oi Ritinha
    Mais uma linda postagem.
    O amor é tudo
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir